Beringela | Dicas de Cozinha | Receitas com Beringela | Blog BCooker's
BCooker'sum Blog saído da Caixa
7 setembro 2017

Beringela o legume que já foi uma 'maçã louca'

Na cozinha

Beringela o legume que já foi uma 'maçã louca'

Já houve quem a usasse como planta decorativa e quem a apelidasse de "maçã louca", suspeita de causar insanidade. Falamos da beringela, um dos legumes mais versáteis na cozinha.

 

Apesar de ter sido introduzida na Europa no século XVII, a beringela só foi considerada um alimento no século seguinte. Os italianos e os ingleses utilizavam-na como planta decorativa e os franceses acreditavam que causava epilepsia, apelidando-a de "maçã louca".

Na verdade, no seu conceito científico a beringela não é um legume, mas sim um fruto da mesma família que o pimentão. No entanto, no conceito culinário, por não ser doce, é considerada um legume, sendo hoje em dia um dos mais versáteis na cozinha, dos mais benéficos para a saúde e muito associado e utilizado na saudável dieta mediterrânica.

 

Dicas para escolher, preparar e conservar beringelas

  • É de evitar as beringelas que têm manchas, furos ou rugas. A casca deve estar lisa e brilhante e a cor intensa e uniforme.
  • A beringela deve de ser firme e dura ao toque. Para testar, pressione a casca com os dedos. Se ficar uma marca, é porque está suficientemente madura para ser consumida. Se estiver opaca e amolecida, significa que já não está boa para consumir.
  • Tenha em atenção que quanto mais madura a beringela, mais amarga é e quanto maior, mais amarga, fibrosa e mais sementes tem.
  • Prefira comprar beringelas de junho a outubro, o seu período de colheita em Portugal.
  • Para retirar o sabor amargo da beringela, deve cortá-la ao meio e esfregar as duas metades com sal, ou água e sal, e mantê-la assim durante 15 a 20 minutos. Passado esse tempo, retire o sal ou escorra a água com sal e seque-a com papel absorvente.
  • Evite cozinhar a beringela por tempo prolongado, em muito volume de água e em altas temperaturas, para não perder nutrientes.
  • Para conservar a beringela o ideal é guardá-la num sítio fresco e seco. No frigorífico, dentro de um saco, pode aguentar entre uma a duas semanas. Se as quiser congelar, deve antes cortá-las em cubos e escaldá-las em água a ferver. 

 

Mais de 30 variedades de beringela e muita versatilidade na cozinha

Existem mais de 30 variedades de beringela, que se distinguem essencialmente pela coloração que varia entre o branco (a mais rara de encontrar), o amarelo, o verde, o vermelho escuro e o roxo (violeta escuro). A polpa da beringela é semelhante em todas as variedades: branca e carnuda, dentro da qual se encontram algumas sementes suaves, que não precisam ser eliminadas no preparo. Aliás, desde a casca, à polpa, às sementes, tudo é comestível neste legume.

O seu sabor é relativamente neutro, o que a torna muito versátil, e é por isso consumida de diversas maneiras: assada (uma das formas mais emblemáticas de cozinhar beringelas é recheá-las), cozida (em água ou a vapor), estufada, frita ou grelhada.

 

Receitas com beringela

Nas receitas da BCook, que ainda pode encomendar e receber em sua casa, temos duas sugestões para cozinhar refeições com beringela:

 

Fontes: Alimentação Saudável e Nutrição | Nutrimento | Esmeraldazul.com | SerBioTrendies | Eat Right - Academy Of Nutrition and Dietetics

Não perca tempo.
Não perca tempo.
BCook ou BCook Express
  • Receitas saudáveis e equilibradas
  • Confeção rápida e simples
  • Entregue à sua porta

Só falta mesmo escolher.

Madeira Região Madeira Portugal 2020 UE EasyPay