Festas de Aniversário Nutritivas e Saudáveis | Blog Bcooker's
BCooker'sum Blog saído da Caixa
7 agosto 2017

Preparar um aniversário para crianças com alimentos saborosos e saudáveis?

Na saúde

Preparar um aniversário para crianças com alimentos saborosos e saudáveis?

Por Joana Moura e Joana Appleton Figueira - "Comer bem, crescer saudável":

É possível!!!… Festas de anos de crianças SEM: bolos e pães empacotados, feitos a partir de farinhas refinadas e cheios de conservantes; gelatinas com corantes; gomas açucaradas; chupas; rebuçados; batatas fritas de pacote com gorduras hidrogenadas e cheias de sal; bolos com pasta de açúcar…

Fizemos o teste na festa de aniversário dos nossos filhos e não é que, ninguém sentiu falta da junk food, recebemos imensos elogios e as crianças petiscaram fruta, cenouras, tomates cereja, ovinhos, limonada caseira, bolo de anos (do bom), andaram a correr e a brincar, que é para isso que as festas servem e assistiram calmamente a um teatro de fantoches a comer um lanche nutritivo, saboroso e cheio de texturas.

 

O açúcar é mais viciante do que algumas drogas ilícitas

O açúcar está demasiado presente na alimentação actual, apesar de toda a informação nos dizer que é mais viciante do que algumas drogas ilícitas e apesar de sabermos que o seu consumo é a principal causa de obesidade e outras doenças. Não encontramos açúcar apenas nas guloseimas, que esperamos que sejam uma excepção. É usado como aditivo em diversos produtos como fiambre, molhos ou pão empacotado. Isto para não falar das enormes quantidades presentes nos cereais de pequeno-almoço (que trazem para esta refeição o triplo da dose diária de açúcar recomendada pela OMS), nos sumos e refrigerantes, iogurtes, bolachas e outros produtos de consumo habitual. Não é necessário açúcar para ter uma alimentação saborosa. Os açúcares naturais das frutas são suficientes para o dia-a-dia, e, nas ocasiões de festa encontrámos formas mais saudáveis de fazer guloseimas.

 

Nas bebidas a melhor opção é sempre... a água

A bebida de eleição das crianças deve ser a água. Mesmo ao lanche, é melhor comer fruta e beber água do que acompanhar a comida com sumo. Os refrigerantes também não são a melhor escolha, por serem ricos em açúcar e, muitas vezes, aditivos. Na nossa opinião não têm lugar na alimentação infantil, nem em dias de festa. Para esses dias propomos limonada, água aromatizada ou chá frio caseiro. Nos dias normais devemos evitar o chá à refeição, mesmo que sem açúcar. Além de alguns chás poderem ser excitantes, os fitatos reduzem a absorção de ferro dos alimentos. Às crianças que gostam de tisanas, estas devem ser dadas sem açúcar, fora da refeição e com moderação.

 

Restringir um alimento ou grupo de alimentos não é ter uma dieta restritiva

Restringir o acesso a alimentos menos saudáveis e substituí-los por outros igualmente apetecíveis mas mais ricos nutricionalmente não só não é nocivo, como é positivo. Queremos ter crianças felizes e saudáveis, que aprendam hábitos alimentares que as mantenham de boa saúde ao longo da vida. Uma dieta será restritiva quando se corta nos nutrientes ou energia, e não por restringir um alimento ou grupos de alimentos. Não utilizar açúcar, cereais de pequeno-almoço, bolachas processadas, sumos e refrigerantes na alimentação diária, não é restritivo.

Acreditamos que a variedade de alimentos que propomos é menos restritiva do que a tradicional alimentação. Dito isto, somos contra fundamentalismos. Consideramos que o nosso dever é fazer as melhores escolhas em casa. O exemplo é mais eficaz na aprendizagem do que a palavra. Propomos algumas refeições para levar para fora de casa ou para a escola. Podemos falar nas escolas para melhorar a alimentação das crianças. Mas não devemos doutrinar as crianças nem tornar os alimentos menos bons proibidos. Em dias de exceção, se estivermos por perto, podemos moderar e ajudar a fazer as melhores escolhas. De resto, um dia não são dias, e são os hábitos diários que fazem a diferença.

 

Lista de ideias para inspiração em futuras festas de aniversário

Para além dos produtos frescos serem bem mais económicos do que refrigerantes, pães embalados, fiambre, gelatinas de pacote, gomas, chocolates e outras “comidas” empacotadas, o que servimos foi muito mais colorido, variado, saboroso e saudável. Deixamos aqui a lista de coisas boas, para registo de ideias e servir de inspiração as vossas festas futuras:

  • Limonada (com limões verdadeiros, hortelã fresca e mel).
  • Vegetais crus (pepino, aipo, cenouras, rabanetes, pimentos laranja e amarelos, tomates cereja vermelhos e amarelos) com dip de tzatziki (molho de iogurte grego, maionese, com pepino ralado, limão, flor de sal).
  • Pipocas caseiras com mel e raspas de lima e laranja.
  • Torta de cenoura e laranja (receita in Comer bem, crescer saudável).
  • Bolo de anos com chantili de coco e cupcakes (receita in Comer bem, crescer saudável).
  • Fruta fresca váriada: melancia, meloa, abacaxi, framboesas, mirtilos, cerejas, uvas.
  • “Queijo” de caju (receita in Comer bem, crescer saudável).
  • Chips de beterraba, pastinaca e mandioca.
  • Ovos verdes (receita in Comer bem, crescer saudável).
  • Ovos de codorniz cozidos.
  • Frutos secos vários.

Como sabemos, com a brincadeira, as crianças ficam tão entusiasmadas que querem perder o menos tempo possível a comer, por isso pensamos em algo diferente. Depois de muita brincadeira, fizemos uma pausa para o lanche com um teatro de fantoches. Servimos o lanche, com várias texturas e elementos diferentes. Entre 1 e 5 anos, comeram, gostaram e houve quem repetisse!

Para mais ideias para festas de criança ou para o dia-a-dia (pequenos-almoços; almoços e jantares e lanches), procure no livro “Comer bem, crescer saudável” ou siga o grupo no facebook: “PaleoKids e Famílias”.

 

Não perca tempo.
Não perca tempo.
Receba os ingredientes em casa.
  • Os ingredientes mais frescos
  • Receitas originais criadas para si
  • Um serviço de entrega à porta

Só falta mesmo o seu toque de chef.

Madeira Região Madeira Portugal 2020 UE EasyPay